Apr 5, 2009

Policiais militares matam a tiros um animal utilizado na farra do boi

Policiais militares tiveram de matar a tiros um animal utilizado na farra do boi em Bombinhas, no Litoral Norte de Santa Catarina, às 23h deste sábado.

Segundo a polícia, o boi investia contra pessoas e veículos.
A tentativa de estender a farra do boi do bairro Araçá, em Porto Belo, a Bombas, no município de Bombinhas, levou um grupo de farristas à ousadia de fazer um cerco ao boi em frente ao 4º Pelotão da Polícia Militar de Bombinhas.

Eles tentavam conduzir o animal pelo principal acesso ao município, a avenida Leopoldo Zarling, entre cerca de dez motocicletas.
O comboio provocou grande confusão no trânsito e parou em frente à sede da PM, onde o boi passou pelo menos três vezes, tentando fugir dos carros que entravam na cidade e das motos dos farristas. O animal foi abatido pela polícia com seis tiros.

Os policiais que perseguiam o grupo em duas viaturas dispersaram os farristas com um disparo de arma com bala de borracha. Ninguém foi preso. Perto da sede da PM, segundo os próprios policiais, motoristas assustados com o animal na pista fizeram mais de 10 chamados pedindo a retirada do boi da estrada. Após ser abatido, o boi foi recolhido da via e conduzido à sede da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) em um caminhão contratado. Os farristas fugiram de moto.

Farra do boi na comunidade do Rio Vermelho


Policiais militares flagraram um grupo de pessoas praticando a farra do boi na comunidade do Rio Vermelho, no Norte da Ilha de Santa Catarina, Florianópolis, por volta das 2h deste domingo. A Polícia Militar (PM) foi até o local depois de receber denúncia anônima. Quando os policiais chegaram ao bairro, os farristas ameaçaram entrar em confronto com a PM, mas desistiram em seguida.

Eles prenderam o animal em um cercado e se dispersaram. Ninguém foi detido.

É muito triste ter que ficar postando essas ocorrência absurdas e cruéis que acontecem por aqui nessa época. Mas é a maneira que encontrei para manifestar minha indignação.

1 comment:

Barros said...

Indignação que recebe todo o meu apoio!
E não sei por que esse tipo de notícia não tem quase nenhuma repercussão na imprensa de outros estados, como é o caso aqui do Rio.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Atalho do Facebook