Apr 29, 2008

Blindness é o filme de abertura do Festival de Cannes

Blindness é o filme de abertura do Festival de Cannes. Vários veículos começaram a noticiar na madrugada de hoje a escolha do novo trabalho de Fernando Meirelles para a primeira sessão do evento no próximo dia 14. Mesmo assim, os organizadores do festival ainda não fizeram o anúncio oficial.

Contactado pelo Cinema em Cena, o próprio Meirelles confirmou que Blindness vai abrir Cannes. Esta é a segunda vez que o cineasta brasileiro apresenta um filme no prestigiado festival. A primeira foi em 2002, quando participou com Cidade de Deus.

Estrelado por Julianne Moore, Mark Ruffalo e Danny Glover, Blindness é baseado no livro Ensaio Sobre a Cegueira, de José Saramago, e tem estréia prevista para setembro nos cinemas.


http://www.cinemaemcena.com.br


Fernado Meirelles disse :"Me sinto tão feliz quanto nervoso com esse espaço que nos foi dado. Sei que 'Ensaio sobre a cegueira' não é o filme mais adequado para anteceder um coquetel e uma festa e sei também que algumas pessoas se sentirão incomodadas com a história, apesar de não haver nada que seja apelativo ou de mau gosto no filme. De qualquer maneira, já estou preparando o espírito para uma possível artilharia"


Yes!!!!Boa notícia ver o nosso cinema abrindo Cannes, não é??

2 comments:

Anonymous said...

Que ótima notícia, mais uma razão para torcer pelo filme tão esperado!
um abraço,
clara lopez

h. Cassiano Riva said...

Pois é, o filme deve ser meio pesado pra uma abertura mas tem a ver com o cartaz de Cannes, feito por David Lynch. E mais, concorre ainda "Linha de Passe" de Walter Salles e Daniela Thomas (com o Vinícius de Oliveira - o garotinho de Central do Brasil). E tem a estréia como diretor de Matheus Nachtergaele, com "A festa da menina morta". Ele concorre em uma categoria paralela, Un certain regard, a mesma que revelou Cidade de Deus (esse não concorreu na categoria principal porque, naquele ano, Walter Salles era parte do júri).

A bientôt.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Atalho do Facebook